O “ticking” é um padrão comum aos Aussies. Consiste na presença de marcas ou pontos pigmentados em áreas brancas, geralmente em formato de “V”. Os cães não portadores do “ticking” têm suas áreas brancas limpas. As marcas brancas podem ser comparadas a um spray de tinta branca sobre o cão, escondendo a cor sob esta pintura. As marcas ticking são como sinais de dedos nesta pintura branca, revelando a cor abaixo dela. O ticking é herdado como gene dominante simples. Os modificadores determinam o tamanho, a quantidade e onde aparecerão estas marcas. Apesar do ticking ser um padrão dominante, deve haver uma área branca presente na qual as marcas aparecerão. Num cão monocromático ou preto e tan o gene do ticking pode estar presente, mas não ser aparente. Qualquer cão com marcas brancas que tenha herdado o gene do ticking mostrará as marcas. O ticking pode estar presente tanto em monocromáticos como merles e é independente do gene merle. Os Dálmatas são exemplo de uma raça em que basicamente uma grande mancha branca é coberta com ticking. O ticking, quando acentuado, às vezes pode ser confundido com merling, mas lembre-se que o merling é distribuído aleatoriamente e o ticking confina-se às áreas brancas. As marcas tick podem variar desde pontos bem pequenos (como sardas) até maiores e mais arredondadas (como moedas). Há variações consideráveis, mas todas aceitáveis.

Esta é Tessa, de Mary Fillerup. Tessa é uma azul merle com pontos tan e colar completo. Suas pernas apresentam várias marcas ticking de diversos tamanhos. Em suas pernas dianteiras até pode-se ver onde seriam seus pontos tan, já que nestes pontos a cor das marcas muda. Também há alguns tickings em seu blaze (a marca branca em sua cabeça) e diversos em seu colar. Por alguma razão as marcas de ticking em seu colar são bem mais visíveis olhando-a de perfil em vez de vê-la assim, frontalmente.

Estes são Sunny Acres Artful Dodger, “Dodger”, em foto de Kate Viles, e sua mãe Sunny Acres – Tricorn Mocha Mint, “Mocha”, em foto de JT Pawprints. Dodger apresenta marcas ticking bem acentuadas, quase do tamanho de moedinhas, mais visíveis em suas pernas e face. Sua mãe, Mocha, apresenta um ticking bem mais pesado em suas pernas, colar e face. O ticking mais pesado em Mocha aproxima-se da densidade do ticking/roaning, mais comum aos Pastores Australianos de Gado e alguns Border collies, mas eventualmente os Aussies puros também podem apresentar ticking assim. Seria fácil confundir o ticking pesado de Mocha com vermelho merling, mas o merle aparece aleatoriamente, não somente nas áreas brancas. Como ambos são cães escuros vermelhos tricolor, apesar de seus pontos tan serem muito ricos, assemelham-se muito à cor de seus corpos.

Alice é uma vermelha com um interessante padrão de ticking em seu focinho. As marcas juntam-se, revelando boa parte de seu nariz vermelho e o tan do focinho. Tanto o branco de seu crânio quanto abaixo de seu queixo não apresentam tanto ticking quanto o focinho.

Este close-up é da perna de Hamilton Stage Struck, “Levi”. Ele é um preto tricolor com ticking abundante nesta parte de sua perna. Pode-se ver claramente onde acaba o preto de seu corpo e começa o tan. As generosas manchas sobre a pintura branca revelam os limites entre o preto e o tan.

“Bobo” é um Aussie preto tri com padrão branco (foto de Amy Vanderyn). Ele apresenta generoso ticking e sua coloração verdadeira é visível pelas marcas. Note o quanto as marcas ficam bronzeadas (tan) em seu focinho, garganta e redor dos olhos, onde deveria estar o tan. Em seu corpo as marcas são pretas, como é de se esperar de um preto tri. Sua marcação malhada não é Normatizada para a raça, mas realmente ilustra o quanto os pontos de ticking revelam o que está “sob a pintura branca”.

Este Aussie, adotado por Peggy Faith, é um preto bi malhado (padrão branco) com ticking muito generoso. Ele não apresenta o genes tan, portanto todas as marcas de ticking são pretas. Na perna dianteira direita as marcas aglutinam-se numa grande massa. Não é incomum as marcas de ticking formarem uma massa, mas esta proporção é excepcional. O padrão branco é desqualificatório, mas felizmente suas orelhas são plenamente pigmentadas e sua audição é normal. Cães com ticking pesado às vezes podem ser confundidos com merles, mas o merling mostra marcas aleatórias. Note que este cão mostra sinais de coloração em áreas normalmente reservadas às marcas brancas.