Padronagem Arlequim

Arlequim é um modificador dominante da padronagem merle. Quando presente, permite às marcas merle variarem em cor, do mais claro azul ou vermelho a tons intermediários de cinza (ou vermelho, num arlequim vermelho merle). Há outro modificador dominante documentado, conhecido como “tweed”, que produz 4 a 5 tons intermediários de cinza e marrom ferrugem (ou vermelho, em vermelhos merle) com padronagem muito regular. Até o momento não se sabe se a padronagem arlequim ocorre nos Aussies causada pelos mesmos genes que produzem o tweed (comentário de Phil Sponenberg, DVM, PhD). A diferença aparente é pequena, com os arlequins apresentando as áreas brancas, ou próximas ao branco, e os tweeds não. Seriam necessários testes de cruzamentos para determinar se um gene ou dois são responsáveis pelas diferenças visuais. O primeiro tweed registrado foi Ritter’s Lass (Segundo comunicado de Betty Nelson, ex-diretora do Comitê de Genética da ASCA). Lass produziu pelo menos uma filha com o padrão tweed claramente identificável, e ela igualmente produziu outros, cujas fotos não constam no arquivo histórico da raça. Entretanto, a senhora Nelson também informou que às vezes aparece um tweed numa família onde jamais havia ocorrido anteriormente. Ela compara o fenômeno ao “cropout overo” em cavalos.

Às vezes os merles comuns com um ou dois pontos de diluição são erroneamente confundidos com arlequins, mas não o são. Mesmo cães com vários pontos de diluição não apresentam a regularidade nem as diferentes cores das marcas da pelagem arlequim ou tweed. O padrão arlequim é controverso na raça. Os Padrões de Conformação dizem: “…todas as cores intensas, claras e ricas…”. Nos arlequins as diferentes cores são distintas e não borram umas às outras. O combustível da controvérsia é que alguns arlequins apresentam pequenas áreas brancas no corpo, onde sua padronagem foi completamente despigmentada. Alguns interpretam isso como manchas brancas no corpo, uma falta desqualificatória nos Aussies. Outros reconhecem que isto não é “malhado”, nem as manchas salpicadas indicativas de merle homozigótico, mas um subproduto deste tipo de modificação da ação merling. Em alguns arlequins as áreas claras vão sendo pigmentadas conforme o filhote cresce e em outros permanecem constantes. As fotografias de arlequins a seguir são cortesia de Sandy Cornwell, do Canil Fairoaks. Muito obrigado à Sandy, por documentar esta variante merle única e linda.

Este é Fairoaks Wolf Whistle, um arlequim vermelho merle. A cor básica de seu corpo é um rico fígado e ele apresenta pelo menos três tons distintos de merle. A cor é diluída até um vermelho claro rendilhado numa risca em seu flanco e seu joelho. Para os amantes da cor, este cão apresenta tudo: padrão arlequim, padrão irlandês, “ticking” (as marcações em “V”) e pontos de tan!

Esta é uma ninhada de recém-nascidos, cortesia de Sandy Cornwell. Os dois filhotes ao alto são um não-merle vermelho escuro e um não-merle preto. O de baixo à esquerda é um azul merle arlequim e o de baixo à direita é um vermelho merle arlequim. Sandy lembra que esta é uma possibilidade típica das ninhadas onde ocorrem arlequins – quando somente os arlequins têm qualquer marcação branca. Os não-merles não. Estes não-merles em particular sequer apresentam o padrão irlandês. Isto sugere que as áreas brancas não sejam manchas produzidas pelo Lócus “s”. Se fossem, logicamente deveriam aparecer nos não-merles também. Estes filhotes não nasceram de um cruzamento merle com merle, portanto MM está fora. O gene arlequim em si dilui a cor do corpo em diferentes tons, inclusive áreas brancas em alguns espécimes. Estas áreas brancas geralmente diminuem substancialmente na cobertura, durante o primeiro ano dos filhotes. Provavelmente as áreas brancas nestes filhotes arlequim serão preenchidas com um pouco mais de pigmento nos próximos meses.

Mudança Progressiva de Cor em Dois Arlequins

Este é “Rico”, da Fairoaks, com oito semanas. Ele é um azul merle arlequim e apresenta várias áreas azul claras em seu corpo. Isto está prestes a mudar…

Aos quarto meses, as áreas claras de Rico foram preenchidas com a pigmentação das cores adjacentes. Permaneceram apenas poucos cachos rendilhados num azul muito claro. Assim como Wolf Whistle, ele apresenta uma bela padronagem irlandesa e pequenos “tickings” (marcas em “V”) nas pernas e colar.

Esta é Allegro, também da Fairoaks, uma vermelha merle arlequim com aproximadamente oito semanas. “Allie” também apresenta diversos tons de merle identificáveis, inclusive algumas áreas claras estampadas no corpo. Ela também passará por transformações…

Esta é Allie já jovem adulta. Suas áreas claras diminuíram drasticamente, tendo sido pigmentadas pelas áreas ao seu redor. Tudo que lhe restou delas foram alguns cachos espalhados.

Tweeds

Este Aussie é um tweed (foto de Janine Torma). A cor base é azul merle e há vários tons intermediários identificáveis de azul. Eles são mais ou menos igualmente distribuídos, diferentemente dos pontos diluídosocasionais, vistos nos merles comuns. O fundo mais claro é um azul pálido sem áreas rendilhadas. Este cão lembra os tweeds no artigo original de Lameroux/Sponenberg, na Revista da Hereditariedade.

Vision’s Steppin’ Out of TF, “Champ”

Vision’s Dreamcatcher of TF, “Chase”

Estes dois filhotes, Champ (acima) e Chase (abaixo) também são tweeds, filhos de WTCH Fairoaks Atoya (fotos de Ronnie Bates). Foram discutidos na seção pontos diluídos, mas também devem ser mencionados aqui. Tweeds geralmente apresentam dois ou mais tons intermediários mais ou menos regularmente distribuídos pelo corpo. Estes filhotes apenas apresentam um tom intermediário cada, mas a distribuição pelo corpo é bem regular em termos de quantidade total de cobertura.

Esta garota é uma tweed muito escura que apresenta cores diferentes identificáveis. Suas áreas merle incluem azul pálido, tons intermediários de cinza e um castanho avermelhado ferrugem escuro. Ela é variegada como um cão de caça Africano e é um excelente e vívido exemplo da aparência dos tweeds. Ela também apresenta a máscara do Lócus E e a parte superior da máscara é azul merle.